Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos de Cristal

Saltos de Cristal

Existe peixe de qualidade no Cais-do-Sodré!

IMG-20180529-WA0068.jpg

IMG-20180529-WA0065.jpg

IMG-20180529-WA0064.jpg

IMG-20180529-WA0062.jpg

 

Finalmente encontrei um espaço trendy com peixe de elevada qualidade no coração do Chiado. Para quem ainda não percebeu, estou a falar do Peixola, o restaurante que abriu, recentemente, na Rua do Alecrim, e que serve pratos inovadores e ultra saborosos sob a assinatura do Chef Vítor Hugo.

 

O espaço está muito bem decorado, sendo que os lugares ao balcão se encontram numa disposição em "U", o que assegura uma cumplicidade entre todos os clientes e garante uma visão geral sob todo o espaço.

 

O ambiente é fantástico e o staff para além de simpático, é muito experiente e exímio na hora de recomendar os melhores pratos de forma a que cada cliente tenho uma experiência única e memorável.

 

Perante uma carta repleta de bons pratos, optei por iniciar a noite com duas das entradas mais "famosas" deste espaço: ostras com maracujá e espuma do mar e uma sopa fria de clorofila de espinafres com garoupa marinada e pó de avelã. Ambas deliciosas, com sabores exóticos e bastante peculiares. 
Uma ótima forma de iniciar a degustação!....

 

IMG-20180529-WA0056.jpg

IMG-20180529-WA0058.jpg

IMG_20180529_191703.jpg

IMG-20180529-WA0055.jpg

IMG_20180529_192956.jpg

 

Depois avancei para os meus "queridinhos": tártaro de atum com óleo de sésamo e ceviche peruano com abacate e cebola roxa. Nem tenho palavras para descrever estas combinações. Estavam incríveis, ainda consigo sentir o mix de sabores e tetxuras na minha boa. MUITO mas mesmo MUITO BOM!

 

IMG_20180529_194404.jpg

IMG_20180529_194404.jpg

IMG_20180529_200435.jpg

IMG_20180529_200506.jpg

IMG-20180529-WA0045.jpg

x

 

 

Para a refeição propriamente dita optei pelo bitoque de atum com grelos salteados. O atum desfazia-se na boca, o ovo estava no ponto certo, os grelos eram muito frescos, e as batatas fritas super fininhas eram uma delícia. Óbvio que comi as batatas todas e a ainda as molhei no fabuloso molho que acompanhava o bitoque. Lá se foi a dieta...eheheh...mas dias não são dias e a experiência valeu cada caloria extra.

 

IMG_20180529_202551.jpg

IMG-20180529-WA0043.jpg

IMG-20180529-WA0041.jpg

IMG_20180529_202616.jpg

 

Por fim, para sobremesa, nem hesitei e pedi logo o famosos petit gateau de caramelo com um gelado de framboesa. Já tinha ouvido falar muito bem desta iguaria e realmente as críticas têm toda a razão: esta iguaria é bastante original e ultra saborosa. A melhor reinvenção do petit gateau que já vi e saboreei. 

 

IMG_20180529_210710.jpg

IMG_20180529_210654.jpg 

Mas atenção, esta sobremesa leva mais ou menos 10 minutos a ser preparada por isso vão com tempo e degustem cada prato com calma e paciência. A ideia não é ter uma refeição rápida mas sim uma experiência gastronômica. E isso leva tempo pois a comida é preparada com muita mestria e amor.

 

Por último, saliento que o Peixola tem apenas 30 lugares ao balcão e 8 lugares mesa por isso, se quiserem ir ao spot mais fashion do momento, façam reserva com antecedência. Para tal, contactem o restaurante via telefone: 213460011 e/ou 965515207.

 

O espaço tem uma atmosfera muito singular e funciona de Domingo a 2ª feira das 19h às 0h00, e de 4ª feira a sábado das 18h às 02h00. O horário é bastante alargado permitindo assim, aos mais notívagos, a possibilidade de cear ou jantar um pouco mais tarde.

 

IMG_20180529_183848.jpg

IMG_20180529_190324.jpg

IMG_20180529_190319.jpg

 

Peixola Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Peixola Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Há mais peixe no Cais do Sodré, e até altas horas!

image005.png

 

 

Situado na Rua do Alecrim, uma das mais emblemáticas ruas de Lisboa, o Peixola é já um espaço emblemático onde se pode provar diversas iguarias do mar, combinadas com elaborados cocktails, ao balcão, e num ambiente sofisticado e intimista.

 

A nova carta Peixola, agora com assinatura do Chef Vítor Hugo (Eleven, 100 Maneiras), introduz uma combinação de pratos inovadores que evidenciam a simplicidade e riqueza dos próprios ingredientes, aqui reinventados pelas mãos do Chef e sob a influência das diferentes cozinhas do mundo. “Gravlax de salmão com zimbro e molho de endro”, “Ostras com maracujá e espuma do mar”, “Sopa fria de clorofila de espinafres com garoupa marinada e pó de avelã” ou “Taco de polvo com molho de caril vermelho e coentros” são apenas algumas das sugestões desta nova carta.

 

Os ingredientes são sempre frescos, da época e selecionados pelo Chef Vitor Hugoque garante “nem sempre vamos ter ostras, por exemplo, pois nem sempre encontro as ostras mais frescas. Isso pode acontecer. Mas na mesma medida, também podemos ter surpresas, caso eu me depare com algum ingrediente e resolva fazer um prato especial, só para aquele dia”.  OChef recomenda ainda finalizar a refeição com o “Petit Gateaux de caramelo com gelado de frutos vermelhos”, um dos ex libris da casa.

 

A carta de bebidas também está diferente. Os vinhos e espumantes ganham novo protagonismo nesta carta que é também rica em Cocktails, em particular de Rum.

 

A localização privilegiada do Peixola, próximo de diversas casas de espetáculos e teatros da capital, e a demanda dos clientes, ditaram a necessidade de alargar o horário de funcionamento do restaurante para permitir, aos mais notívagos, a possibilidade de cear ou jantar um pouco mais tarde. Nasce, então, o “Maré Alta”, um horário especial, até às 02h00, disponível apenas de quarta a sábado.

 

O restaurante Peixola está ainda disponível nas plataformas Glovo e Uber Eats, sendo possível degustar toda a carta em casa ou surpreender num jantar de amigos. Alguns dos pratos incluem um cartão com dicas do Chef Vitor Hugo para poder servir e empratar, como um profissional.

 

O Peixola abriu portas em 2016 e apostou num espaço inovador, centrado no grande balcão revestido a marmorite, uma técnica artesanal e manual cada vez menos usada que confere ambiente mais sofisticado. O balcão central tem capacidade para 30 pessoas, havendo ainda algumas mesas para quem preferir um ambiente mais reservado.

 

Nuno Correia Pereira é um dos empreendedores responsáveis por este e outros projetos que, nos últimos anos, têm vindo a trazer “novidade” à cidade de Lisboa. “Em 2013, abrimos a Espumantaria do Cais, no Cais do Sodré, um espaço com uma seleção única de espumantes nacionais, algo que não existia em Lisboa”, refere Nuno Correia Pereira. “Atualmente estamos com quatro projetos, todos em fases de crescimento distintas: a Espumantaria do Cais, a Espumantaria do Petisco, o Peixola e o Ferroviário, o antigo Clube Ferroviário que abrirá ao público totalmente remodelado já no próximo mês de maio. Em 2017, alcançámos ainda um dos nossos sonhos com o lançamento do nosso próprio espumante, o “Da Casa”, que se encontra à venda em todos os nossos espaços”, acrescenta o responsável.

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: