Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saltos de Cristal

Saltos de Cristal

Isto só a mim #5

Ir à loja do cidadão ou à repartição de finanças tem duas coisas em comum: o tempo de espera é indefinido e sair de lá com tudo resolvido é completamente impossível.

Na passada semana aventurei-me por um destes famosos locais: a Loja do Cidadão dos Restauradores. A missão era simples: obter o registo criminal. Acordei cedinho e às 9h30 lá estava eu. Finalmente com senha no bolso, esperava ter uma manhã calminha e abençoada. Assumi que teria de esperar duas ou três até ser atendida, mas que nesse espaço de tempo teria a oportunidade de ver umas lojinhas na baixa e adoçar a boca com um belo Caffè Latte no Starbucks. Mas eis que os meus planos saem furados. Fui cordialmente informada que não se podia levantar o registo criminal na Loja do Cidadão dos Restauradores e que teria de me deslocar até à Loja do Cidadão das Laranjeiras. Ora, isto arruinou os meus belos planos de uma manhã calma e idílica entre provadores e bolinhos.

Depois de uma troca de palavras com alguns dos meus companheiros de 'guerra' lá percebi que poderia dirigir-me ao tribunal para resolver esta questão…e assim fui.
Infelizmente, assim que cheguei ao local, percebi que a tarefa não iria ser fácil. Com o ponteiro a acelerar para a 'temida' hora de almoço onde subitamente os funcionários desaparecem no mínimo durante duas horas, constatei que tinha 50 pessoas à minha frente e que o tempo de espera não seria nada agradável.
Lá aguentei o choro de mil e um bébés, as discussões que se geraram ao meu redor e diversos cheiros que não consegui identificar. Naquele espaço ínfimo tudo acontece e ninguém escapa ao tumulto.

No total, foram quatro horas de espera em que sai vitoriosa de papel na mão. Também precisava de levantar a certidão de nascimento mas após verificar que tinha mais de 100 senhas à minha frente, resolvi deixar esta questão para outro dia. Em breve revelo a continuação desta saga!